Skoda Kodiaq RS 2.0 TDI 240cv – Familiar para o “Track day”

O Kodiaq RS tem pormenores que o distinguem, como os travões vermelhos, jantes exclusivas e logo RS na grelha.

O Skoda Kodiaq RS é o automóvel no qual nos podemos divertir um pouco num “Track day”, mas isso não significa que tenhamos que deixar a família em casa pois o Kodiaq tem sete lugares!

O design exterior é muito semelhante ao do Kodiaq “normal”, mas com algumas diferenças que o tornam mais desportivo.

Na parte dianteira temos uns para-choques, um spoiler inferior e umas “entradas de ar” mais acentuadas e maiores. Temos ainda, a grelha completamente preta com a insígnia “RS”. Na parte lateral temos umas jantes de 20 polegadas pretas com contornos em prateado, que se fazem acompanhar das pinças de travão pintadas a vermelho. No que diz respeito à parte traseira, existe uma faixa refletora vermelha, que associamos logo a versões mais desportivas, assim como duas ponteiras de escape verdadeiras e a insígnia “RS”.

Interior também diferenciado com um volante desportivo em D e umas baquets desportivas.

O design interior do Kodiaq é simples, mas tem qualidade, à qual estamos acostumados no grupo Volkswagen, com qualidade de materiais e construção boas.

No topo do tablier temos material suave, e, no centro temos uma imitação de fibra de carbono, sendo que nas partes mais inferiores e na consola central temos os plásticos, no entanto a Skoda faz uso dos plásticos piano black para dar um ar mais requintado à cabine. Sendo que se trata da versão RS temos algumas diferenças em relação ao modelo normal. Para começar, temos pespontos vermelhos em todo o lado, nos bancos, volante, seletor da caixa de velocidades, etc. O volante tem uma pega e um formato desportivo, formato em D. As baquets são excelentes, com um aspeto muito desportivo, um encaixe bom, mas ao mesmo tempo muito confortáveis. As baquets para além dos pespontos vermelhos têm também um efeito de fibra de carbono nas suas extremidades, alcântara no meio e o logo “RS”. À semelhança do que acontece nos baquets, nos bancos traseiros também temos o efeito de fibra de carbono, a alcântara e o logo “RS” no meio, incluindo os da terceira fila!

Em termos de espaço interior, este é massivo, quer na parte dianteira quer na segunda fila, sendo que a terceira fila só se recomenda a crianças, no entanto não é dos que apresenta menor espaço nesta parte. A bagageira conta com 630 lt aqando da terceira fila rebatida, e com a terceira fila levantada contamos com 270 lt, o mesmo que o Volkswagen Polo!

O painel de instrumentos digital é muito versátil e é dos melhores no mercado.

Nas tecnologias temos um painel de instrumentos digital com o sistema transversal às marcas do grupo Volkswagen, que tira inspiração do cockpit virtual da Audi. Podemos ter vários tipos de layouts para os mostradores. Existe o “modo tradicional” no qual temos o conta rotações e velocímetro em ponteiros e, o mapa do GPS é mostrado no centro, mas que pode ser alterado por dados do computador de bordo como consumos, autonomias, etc. Temos um layout em que o mapa ocupa todo o ecrã e o velocímetro fica em números pequenos no canto inferior direito. Tratando-se da RS, existe ainda o layout desportivo, com um grande conta rotações no centro do ecrã, e o velocímetro no interior do mesmo.

O sistema de infotaiment está disponível através de um grande ecrã tátil de 9,2 polegadas, e tem uma velocidade de processamento bastante boa e uma resolução de imagem igualmente boa. O sistema operativo tem compatibilidade com Android Auto e Apple Carplay e dispõe de Skoda Connect, que oferece serviços como o estado de trânsito, Google, meteorologia, notícias, entre outros.

Nas ajudas à condução temos o assistente de estacionamento com câmara de visão traseira (com melhor resolução do que no Octavia RS), o assistente de manutenção na faixa de rodagem, aviso de ângulo morto, cruise control adaptativo, entre outros.

Duas ponteiras de escape verdadeiras!

O Kodiaq RS vem equipado com um motor 2.0 bi-turbo a diesel com 240 cv de 500 Nm de binário, o suficiente para cumprir o sprint dos 0 aos 100 km/h em apenas 6,7 s, nada mau para um SUV de 7 lugares!

Na auto estrada o Kodiaq RS é muito silencioso, a cabine está bem isolada não temos muitos barulhos intrusivos, e em modo “Comfort” a suspensão é suave e as baquets são confortáveis e ergonómicas, contribuindo assim para uma viagem relaxada. Em percurso urbano, apesar do seu tamanho, também é muito fácil de conduzir. Temos uma boa visão de todos os ângulos devido à posição de condução elevada, a direção é bastante leve (mais do que no Octavia) e, o assistente de estacionamento é muito completo com várias visões para a câmara traseira, incluindo 360º. Se quisermos ter um pouco mais de divertimento basta colocarmos o Kodiaq RS em modo “Sport” e, imediatamente a suspensão fica mais rija e o motor e caixa mais responsivo. Nas curvas comporta-se de forma exemplar para um SUV destas dimensões, e a sua resposta do acelerador ao sair delas é bastante bom. Como se trata de um motor a diesel obviamente não temos aquela emoção do ruído de um motor a gasolina, pelo que a Skoda optou por colocar um som artificial proveniente das colunas para simular o barulho do motor e envolver o condutor nesse espírito de “Track Day”. No entanto para quem não está habituado, ou que não goste deste tipo de “falsidades”, o barulho pode tornar-se um pouco estranho e incomodativo.

Nos testes de segurança do EuroNcap o Kodiaq obteve 5 estrelas com 92% na segurança dos adultos, 77% na segurança das crianças, 71% na segurança dos pedestres e 54% nas ajudas à condução.

A versão ensaiada custa 76 898 €, no entanto pode obter um Kodiaq RS a partir de 74 528 €. O Kodiaq RS paga 258,78 € de IUC.